As Mudanças no Pós-Parto! Não é pera doce…

Vamos para o hospital, voltamos com o nosso bébé, e depois? O pós-parto não é pera doce. Comos os partos são diferentes, o pós-parto também não é igual para todos, mas há pontos comuns para uma maioria.

 

As Dores

A primeira sensação, depois de passar a epidural ou a anestesia, é de dor. Pode ser maior ou menor… Para mim, dependeu da idade! Quanto mais velha, mais dores parece que tive. Deve ser do caruncho!

 

Grandes Seios

Para quem tem peitos mais singelos, como eu, este é o lado bom. Ao terceiro dia, mais ou menos, com a subida do leite, parece que fizemos um implante mamário. É nestas alturas que penso seriamente em investir em silicone. Até me fica bem!

 

Barriga grande

Nem todas temos a sorte de ter o metabolismo/ genética/ abdominais da Carolina Patrocínio. Digo isto sem o mínimo de malícia e com uma pontinha de inveja. A verdade é que muitas de nós saímos do hospital com o equivalente a uma barriga de grávida de 4, 5, 6 meses e não vai desaparecer tão rapidamente assim. Foram 9 meses a inchar… O pós-parto também levará o seu tempo.

 

Pés e Mãos Inchadas

Sim, tão cedo não vão desinchar e até poderão ficar um pouco mais inchadas devido à acumulação de líquidos. Não vale a pena desesperar… Passa num instante.

 

Descarga Vaginal

Os famosos lóquios. Podem durar o que parece uma eternidade. Todo aquele tempo sem período parece que acumulou para sair agora. Arranjem grandes pensos! Vão ser muito necessários.

 

Estrias

Não é para todas! Não é sempre! Eu, por exemplo, só tive desta vez e tomei sempre muito cuidado. São coisas que acontecem. De qualquer modo, é melhor usar algo sempre. Usei este óleo maravilhoso da Weleda, entre outros produtos.

 

Dores de Costas

E não vão passar tão cedo. Não quero ser agoirenta, mas se querem dar colo ao bebé, esta poderá ser uma das consequências. Na realidade, quando temos o bebé no colo, nem nos lembramos de mais nada.

 

Dores na zona Genital

Ainda têm preservativos em casa? Antes de irem para o hospital, encham-nos com água e congelem. Vai ser a melhor sensação de alívio quando chegarem a casa e puderem colocar gelo, nas partes baixas e que parecem ter sido atravessadas por um comboio. Se tiverem levado pontos, ainda se torna mais complicado.

 

Incontinência Urinária

Sim, vamos falar disto. Poderá ser por pouco tempo, poderá ser durante algum tempo. Não vale a pena desanimar, mas mais vale estar psicologicamente preparada. São pequenas fugas que irão desaparecer, se tudo correr bem, ao longo do tempo.

 

Dores nos braços

Nem todas as recém-mamãs sentem dores nos braços. Eu não tive a não ser numa delas. Tenho amigas que sofreram imenso. Vai correr tudo bem. É apenas temporário.

 

Queda de cabelo

Três meses depois do parto, parece que a queda de cabelo está no auge. Vemos cabelo por todo o lado, parece que estamos a ficar carecas. Só que não! É apenas uma fase e o cabelo regressará à normalidade.

 

Ansiedade

Em termos hormonais, vão sentir uma grande diferença. Poderão ficar mais ansiosas, mais nervosas, mais tristes. Tudo faz parte deste grande novelo hormonal, trazido pelo pós-parto. Falem com amigos, falem com a família, falem com os vossos companheiros, procurem ajuda! Mesmo sendo um processo normal, é um processo que deve ser partilhado. Uma mãe feliz tem filhos felizes.

 

Cansaço

Claro que sim! É normal. Tivemos um filho, o que exigiu uma força enorme, em todos os sentidos. A partir deste momento, nada mais será igual. As noites são mais curtas e os dias mais preenchidos. A não ser que tenham uma dúzia de empregadas, é normal um certo cansaço. Como tudo, irá passar e será o nosso novo normal.

 

Autora: Silvia Reis do Blog "O Dia da Liberdade" 

https://odiadaliberdade.blog

https://www.instagram.com/silviareis.pt/

Deixe um comentário